terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Chael Sonnen mais uma vez se dá mal


Ex-campeão dos meio-pesados do UFC, o brasileiro Lyoto Machida enfrentou o lendário veterano Dan Henderson no coevento principal da noite do UFC 157 no último sábado e credenciou-se a uma disputa de cinturão na divisão, no qual o título pertence ao jovem americano Jon Jones. 

Sua vitória tirou do sério o maior marqueteiro do MMA. O falastrão americano Chael Sonnen, que apostava num triunfo de Dan Henderson contra o carateca, teve de lamber o sapato de outro lutador, Rashad Evans, para pagar uma aposta sobre a luta - que, segundo ele, teria vitória fácil do veterano Hendo. Cobrado por Evans, ex-campeão dos meio-pesados, sobre o resultado do combate, Sonnen nem sequer tentou fugir do castigo, cumprido ao vivo na TV, num programa do UFC no canal americano Fox. Sonnen, porém, não desistiu de provocar - no domingo, ele disse que não aceitará enfrentar o brasileiro caso derrote Jon Jones na final do reality show The Ultimate Fighter, em abril.   







Veja Sonnen pagando a aposta clicando abaixo:




Sonnen lembrou que Lyoto foi vaiado depois da decisão dos juízes na luta contra Dan Henderson e confirmou que sua objeção ao brasileiro é pela questão financeira, não esportiva. "Não dá para esgotar os ingressos de uma arena lutando com ele. Não dá para vender pay per view com ele. Não darei uma chance de título a ele." O brasileiro fez uma luta monótona contra Henderson, mantendo o americano à distância e impedindo que ele tivesse a chance de disparar seus poderosos socos. A estratégia foi perfeita: de acordo com as estatísticas do UFC, Lyoto acertou Henderson quase o dobro de vezs que o americano, sempre no contra-ataque, e terminou a luta sem qualquer ferimento no rosto. Dana White confirmou que ele ganhará a chance de título e concordou com a decisão dos juízes, mas também achou a luta chata.




FONTE: http://veja.abril.com.br




Você é cliente de qual Banda Larga ?